Blog Magia de Eros

sábado

3

agosto 2013

0

COMMENTS

Sasha Grey, James Deen e Muitos Outros Provam Que Suas Habilidades Excedem O Cinema Pornô

Written by , Posted in Home

 0_the-canyons-posterA partir desta sexta-feira (2) será possível assistir nos Estados Unidos, através do sistema de vídeo on demand, o novo filme de Lindsay Lohan. Em “The canyons”, que chega aos cinemas norte-americanos no próximo dia 9, ela interpreta a ex-modelo Tara, que vive um conflituoso relacionamento com Christian (James Deen) e se envolve em um quadrado amoroso.

Mas, além das tradicionais polêmicas envolvendo crises de Lohan durante as gravações, o filme, dirigido por Paul Schrader, também despertou curiosidade bem antes de sua estreia pelo fato de Deen ser um dos mais populares atores do cinema adulto na atualidade. Com mais de mil títulos no currículo, ele é considerado uma espécie de fenômeno, já que a maior parte de seu público é feminina e bastante jovem, e já foi até chamado de “o Ryan Gosling do pornô”.

No entanto, apesar dessa primeira experiência fora de seu ramo tradicional, o ator já avisou que não pretende de forma alguma abandonar o gênero que o consagrou. Desta forma, ele segue os passos de alguns astros de filmes adultos que, mesmo tendo participado de outros tipos de filmes e de séries de TV, não deixaram totalmente o pornô.

Outros, porém, deram guinadas totais em suas carreiras. Gente como Sasha Grey, Simon Rex e Traci Lords abandonaram completamente o gênero e estão acrescentando os mais variados gêneros aos currículos. Veja a seguir alguns astros do cinema pornô que já tentaram a sorte em outros tipos de filme.

James Deen
 
1_james-deen

James Deen e Lindsay Lohan em ‘The canyons’

O ator fez seu primeiro filme adulto assim que completou 18 anos, em 2004, e já atuou em mais de mil títulos. Ele logo se tornou bastante popular porque suas produções costumam atrair muito mais mulheres do que homens, e inclusive são as preferidas de garotas adolescentes, um público normalmente não associado ao cinema erótico. Deen, que na verdade se chama Bryan Matthew Sevilla, garante que essa é a profissão com a qual sonhava “desde o jardim da infância” e que não simplesmente não consegue imaginar outra atividade que possa gostar mais do que ser um ator pornô. Por isso, mesmo após ‘The canyons’, ele não pensa em deixar o ramo.

Sasha Grey
Sasha Grey em ‘I melt with you’

Sasha Grey em ‘I melt with you’

Extremamente popular entre os fãs do gênero justamente por não ter o perfil de uma atriz pornô tradicional, Grey fez 224 filmes adultos entre os 18 e os 21 anos, no período de 2008 a 2011. Sua carreira em outros tipos de filme começou em 2009, quando o diretor Steven Soderbergh a convidou para protagonizar ‘Confissões de uma garota de programa’. Depois disso, ela ganhou um papel na série de TV ‘Entourage’, onde fazia uma personagem baseada nela mesma, e atuou nos filmes ‘I melt with you’ (2011), com Rob Lowe, ‘The girl from the naked eye’ (2012) e no terror ‘Would you rather’ (2012), com Brittany Snow. Ela também está no elenco de quatro filmes que serão lançados até 2014: o thriller ‘Open windows’, com Elijah Wood, a biografia ‘Inferno: a Linda Lovelace story’, com Matt Dillon, ‘The scribbler’, com Kunal Nayyar (o Raj, da série ‘The bib bang theory’) e ‘Skinny dip’, com Danny Trejo, do qual será a protagonista. Grey é ainda uma das fundadoras da banda experimental aTelecine e está lançando seu primeiro livro, o romance erótico ‘Juliette society’.

Sibel Kekilli
Sibel Kekilli em 'Game of thrones'

Sibel Kekilli em ‘Game of thrones’

 A atriz alemã, de ascendência turca, não chegou a se tornar uma celebridade no cinema adulto. Na verdade, ela se tornou conhecida após “estrear” em Contra a parede (2004), um drama premiado em diversos festivais. Essa fama, no entanto, fez com que seu passado fosse descoberto: com o pseudônimo Dilara, ela participou de mais de dez filmes eróticos, fato que sua família islâmica desconhecia e que levou seus pais a cortarem relações com ela. Depois de diversos filmes não eróticos, ela atualmente atua na série alemã Tatort, mas é mais conhecida por interpretar Shae, a prostituta favorita de Tyrion Lannister (Peter Dinklage) em ‘Game of thrones’.

Simon Rex
Simon Rex em 'Todo mundo em pânico 5'

Simon Rex em ‘Todo mundo em pânico 5’

Rex também não chegou a ter uma longa carreira pornô, mas foi o protagonista de três vídeos destinados ao público gay, nos quais se exibia, mas não fazia sexo com ninguém. Os vídeos, lançados em 1996, não interferiram em sua carreira como VJ da MTV e nem impediram que ele construísse uma carreira como ator em outros tipos de trabalho. Em 1999, ele esteve em vários episódios das séries ‘Katie Jopin’ e ‘Felicity’. Entre 1999 e 2001 foi Michael ‘Mikey’ Russo em ‘Jack & Jill’ e entre 2002 e 2003 fez o papel de Jeff em ‘Coisas que eu odeio em você’. Seu primeiro grande filme foi Todo mundo em pânico 3 (2003), franquia à qual retornou como o marido da personagem de Ashley Tisdale em ‘Todo mundo em pânico 5’ (2013). Além de atuar, Rex criou um alter ego, o rapper Dirt Nasty, que já apareceu em clipes de Kesha e LMFAO. Em 2012, também como Dirt Nasty, ele se tornou parte do trio de rap Three Loco, que lançou um EP pelo selo Mad Decent, do produtor Diplo.

Traci Lords
Traci Lords em ‘Excision’

Traci Lords em ‘Excision’

Lords começou a fazer filmes pornô em 1984, e só dois anos – e quase 100 filmes – depois foi descoberto que ela tinha menos de 18 anos e usava uma falsa identidade. Com isso, todos os seus trabalhos foram recolhidos e apenas ‘Tracy, I love you’, gravado justamente no seu décimo oitavo aniversário, sobreviveu. Após o escândalo, em 1987, ela se matriculou na famosa escola de arte dramática Lee Strasberg e passou a fazer trabalhos em outros gêneros. Na TV, apareceu em episódios de séries como ‘MacGyver’, ‘Um amor de família’, ‘Gilmore girls’ e ‘Will & Grace’, além de conquistar o papel de Rikki Abbott em ‘Melrose place’. No cinema, seu primeiro papel de destaque foi em ‘Cry baby’ (1990), de John Waters, no qual contracenou com Johnny Depp. Depois disso ela apareceu em produções como ‘Blade, o caçador de vampiros’ (1998), com Wesley Snipes, ‘Pagando bem, que mal tem?’ (2008) com Elizabeth Banks e Seth Rogen, e no terror ‘Excision’ (2012). Este ano ela foi vista em ‘Eastsiders’, uma web série exibida também na TV, e está no elenco de dois filmes, o terror ‘Devil may call’ e o drama ‘Tag’, com Christopher Mintz-Plasse.

Marilyn Chambers
Marilyn Chambers em ‘Enraivecida na fúria do sexo’

Marilyn Chambers em ‘Enraivecida na fúria do sexo’

O primeiro filme de Chambers não foi um erótico, mas sim ‘O corujão e a gatinha’ (1970), uma comédia com Barbra Streisand e George Segal. Dois anos depois, porém, ela estreou no cinema adulto em grande estilo, no clássico ‘Atrás da porta verde’. Em 1977, a atriz fez o terror ‘Enraivecida na fúria do sexo’, de David Cronenberg, e depois conseguiu pequenas pontas em filmes de baixo orçamento, mas acabou voltando ao pornô. Chambers morreu em 2009, aos 56 anos, após sofrer um aneurisma.
Ginger Lynn Allen
Ginger Lynn Allen em ‘American pie – tocando a maior zona’

Ginger Lynn Allen em ‘American pie – tocando a maior zona’

 Bastante popular entre os fãs do cinema erótico, Allen fez seu primeiro filme do gênero em 1984. E, seis anos depois, quando se tonou namorada de Charlie Sheen, começou a conquistar oportunidades em outros tipos de produção, incluindo o western ‘Jovens demais para morrer’ (1990), no qual ele atuou. Seu currículo inclui ainda pontas nas séries de TV ‘Super force’ (1991/1992) e ‘NYPD blue’ (1993) e os filmes de terror ‘Enterrado vivo’ (1990), ‘Evil breed: the legend of Samhain’ (2003) e ‘Rejeitados pelo diabo’ (2005), este último dirigido por Rob Zombie. Porém, depois de uma ponta como a enfermeira de um acampamento em ‘American pie – tocando a maior zona’ (2005), ela voltou de vez ao pornô.

Veronica Hart
Veronica Hart em 'One-eyed monster'

Veronica Hart em ‘One-eyed monster’

Seu primeiro filme erótico foi lançado em 1978, e em 1985 ela começou a aparecer em produções de outros gêneros, começando pelas séries de TV ‘Águia de fogo’ e ‘Simon & Simon’. Em 1987, quando parou de atuar e passou a produzir e dirigir filmes adultos, adotou o nome Jane Hamilton para se dedicar a outros gêneros. Foi como Hamilton que protagonizou o terror ‘Deranged’ (1987) e fez o thriller ‘Olhos de vingança’ (1990), por exemplo. Além disso, ela fez o papel de uma juíza em ‘Boogie nights – prazer sem limites’ (1997), filme que a usou como inspiração para a personagem Amber Waves, e apareceu como uma enfermeira em ‘Magnólia’ (1999).

Ron Jeremy
Ron Jeremy em 'Santos justiceiros' (Foto: Divulgação)

Ron Jeremy em ‘Santos justiceiros’ (Foto: Divulgação)

 Um dos mais famosos atores pornô de todos os tempos, Jeremy já apareceu em vários videoclipes e fez pontas em filmes de diversos gêneros. Entre os títulos mais conhecidos estão ‘Santos justiceiros’ (1999), com Willem Dafoe e Norman Reedus, no qual fez o papel de Vincenzo Lipazzi, ‘Jogo duro’ (2000), com Ben Affleck e Charlize Theron, ‘Todo poderoso’ (2003), com Jim Carrey, e ‘Regras da atração’ (2002) com Jessica Biel e Kate Bosworth. Este último, aliás, teve como roteirista Bret Easton Ellis, o mesmo de ‘The canyons’.

Espero que esse post acabe diminua com os preconceitos que no mundo Pornô não existe gente talentosa…

Excelente materia que eu ví no G1.

Deixe seu comentário