Blog Magia de Eros

quarta-feira

31

julho 2013

0

COMMENTS

Feliz dia Mundial do Orgasmo!

Written by , Posted in Cantinho Quente, Home

Hoje é dia do orgasmo, meus amores!

Dia-mundial-do-Orgasmo

Então vamos falar um pouco sobre os tipos de orgasmo, algumas diferenças entre o orgasmo masculino e feminino e claro, maneiras e dicas de como se chegar ao ápice.

Para quem não sabe, o Dia Mundial do Orgasmo foi informalmente criado na Inglaterra no dia 31 de Julho de 1999 por redes de sex shops.

Mas afinal, de que maneira chegamos ao orgasmo? Pela estimulação direta ou indireta do pênis ou clitóris, certo? Errado. O orgasmo pode ser atingido pela estimulação de outras zonas erógenas, na ausência de estimulação física, e até mesmo (pasmem) através de estimulação psicológica. Vamos ver alguns tipos de orgasmo:

Orgasmo vaginal: ocasionado pela estimulação das partes internas do clitóris durante a penetração da vagina. Foi descrito por Freud em 1905, Masters e Johnson em 1996, e recentemente pela urologista australiana Helen O´Connell.

Orgasmo anal: ocasionado pela estimulação anal (seja um dedo inserido, pênis ou brinquedo erótico).

Orgasmo mamário: ocasionado a partir da estimulação das mamas. Nem todas as mulheres são sensíveis à estimulação dos seios, mas falaremos a fundo sobre esse assunto mais a frente.

Orgasmos múltiplos: pode ser um orgasmo muito curto e experimenta-se um segundo orgasmo logo após o primeiro, ou algumas mulheres podem até ter uma sequência de orgasmos consecutivos. Há quem diga que orgasmos múltiplos seja exclusividade das mulheres, mas muitos homens que começaram a se masturbar ou tiveram atividade sexual antes da puberdade relatam terem sido capazes de ter múltiplos orgasmos sem ejacular.

Orgasmo espontâneo: seria o que parece ocorrer sem haver prévia estimulação direta. Também se discute que algumas determinadas drogas antidepressivas podem provocar o orgasmo espontâneo como um efeito colateral.

Orgasmo seco: É possível atingir o orgasmo sem a ejaculação ou ejacular sem atingir orgasmo.

Orgasmo simultâneo: Também chamado de orgasmo mútuo, é um clímax alcançado pelos parceiros sexuais ao mesmo tempo, durante o ato sexual.

É, são vários os tipos de orgasmo e não o atingimos necessariamente com a penetração. Há outras maneiras, como o beijo (sim, um beijo na boca caprichado pode levar ao orgasmo), os mamilos, como vimos acima, através de sussurros… (segundo o Dr. Amaury Mendes, como o ouvido está muito próximo do cérebro, facilita o estímulo da imaginação) e até mesmo dormindo. Sim, DORMINDO. O sonho erótico é capaz de mexer com o inconsciente a ponto de ultrapassá-lo e alcançar o consciente. Afinal, você já não acordou ~molhada~  ou com seu amiguinho ativo? Uma fantasia que não se consegue realizar acordado (a) pode acontecer no sonho.

Vamos à parte mais ~misteriosa e discutida~ do assunto em questão: As diferenças entre o orgasmo masculino e feminino.

orgasmo

Diz a lenda que as mulheres demoram mais para atingir o orgasmo, mas quando chega é muito mais potente do que o dos homens. Enquanto as mulheres fazem questão de um clima romântico, carícias e palavrinhas ao pé do ouvido, para os homens bastam poucos minutos entre a excitação e o orgasmo. Essa talvez seja a principal diferença entre o orgasmo masculino e feminino, pois não há, por exemplo, um “orgasmômetro” que mensure e compare o grau de prazer de cada gênero.

Mas não há regras: um orgasmo feminino pode ser mais forte que o masculino e vice-versa. A única diferença do clímax entre os sexos é que o homem atinge o orgasmo mais rapidamente do que as mulheres (que precisam de mais estímulos para atingir o clímax sexual). “Por ser externo, o pênis fica mais fácil de ser manipulado e, consequentemente, de se levar ao orgasmo,” explica o urologista Paulo de Almeida Rocha.

Geralmente, a sensação de prazer dura alguns segundos, mas não há um tempo exato de duração do orgasmo, pois depende de cada pessoa. No entanto, é possível afirmar que o orgasmo masculino é bem mais rápido que o feminino.

A intensidade do orgasmo sempre depende de diversos elementos, tanto para os homens como para as mulheres, o clima da transa, o desejo e a química sexual, desde a pessoa com quem se faz sexo até o tipo de estímulo recebido pelo parceiro (a). Fatores externos também influenciam no nível de prazer, como o local onde a relação sexual ocorre. Além disso, condições intrapessoais também podem influenciar na hora de gozar, como a autoestima da pessoa e a entrega ao sexo.

Orgasmo_portuguesasE agora vamos ao que interessa aos tarados de plantão: as posições que ~auxiliam~ a atingir o orgasmo! Como os homens são mais “visuais”, a maioria adora ver a mulher de costas, deitada ou de quatro. E  a posição campeã do prazer feminino, é a que a mulher fica por cima, sobre o parceiro. E eu assino embaixo! ”A maioria das mulheres prefere essa posição para gozar porque durante a penetração, o clitóris é estimulado ao entrar em contato com a região pubiana do homem”, explica a sexóloga Maria Lúcia Beraldo.
Porém, vale lembrar que não é uma regra, já que várias posições sexuais facilitam a obtenção do orgasmo e há mulheres com outras preferências. A mulher pode brincar em outras posições, sem cobranças, e somente depois partir para a posição que tem mais facilidade em atingir o orgasmo. E não se preocupe se o clímax só acontecer em uma posição. A dica da sexóloga é relaxar e aproveitar o momento.

Toda mulher tem um ponto no canal vaginal onde ela sente mais prazer. Há pesquisadores que dizem que o ponto G é mito, mas se você é mulher e já descobriu onde fica o seu, pode desbancar todas as pesquisas porque tem a certeza de que ele existe. A localização dele tende a variar entre as mulheres, mas a maioria delas relata sentir prazer maior num ponto específico que fica na parte superior do canal, perto da entrada da vagina, a mais ou menos uns 4 cm da entrada dela. Esse ponto, assim como o clitóris e o bico dos seios, tende a inchar e a endurecer conforme a mulher sente tesão. A repetida fricção nesse local permite chegar no orgasmo vaginal (como conferimos lá em cima). No entanto, sem descobrir o seu ponto, nada está feito. Descubra em qual posição você consegue senti-lo melhor. Não tem erro – você vai perceber que dependendo da sua posição e da posição dele, você sente algo a mais do que somente o pênis dele ~entrando e saindo~.

Sexo é um aprendizado constante, o segredo é ter paciência e conhecer o próprio corpo (Tentem o HappyPlayTime rsrs brincadeirinha). Procure as posições sexuais em que você possa estimular o seu clitóris com o dedo enquanto ocorre a penetração. Também é possível experimentar posições em que seu parceiro estimule você com alguma parte do corpo dele.

Para finalizar, vamos conferir 3 curiosidades que você não quer saber sobre o orgasmo feminino:

Um terço das mulheres brasileiras nunca atingiu o orgasmo (Ohhhhhh)
De acordo com pesquisas realizadas pela coordenadora do Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP, cerca de um terço das mulheres brasileiras nunca chegou ao clímax durante a penetração nem durante a masturbação. Em outros países esse índice é ainda mais chocante: Um estudo encomendado por sex shops na Inglaterra detectou que 80% das mulheres não atingem o orgasmo durante as relações. Por isso amiga, se você ainda não chegou lá, fique calma, você não está sozinha.

Um orgasmo pode gerar uma descarga elétrica de até 244 milivolts
Durante o orgasmo as paredes da vagina liberam energia e sofrem contrações musculares involuntárias, seguidas de uma sensação de relaxamento. Segundo Jairo Bouer e Marcelo Duarte, autores do Guia dos Curiosos – Sexo, a descarga elétrica produzida por cinco mulheres tendo orgasmo seria suficiente para acender uma lâmpada.

Musculação íntima pode intensificar o orgasmo
O pompoarismo, antiga técnica oriental derivada do tantra, pode facilitar o caminho para o orgasmo. Com esses exercícios íntimos é possível fortalecer a musculatura vaginal e obter mais controle sobre seus movimentos. Ele ajuda a aumentar a libido, melhora a lubrificação e faz com que você atinja o clímax com mais facilidade. Além disso, sabendo controlar melhor sua musculatura vaginal, a tendência é que os orgasmos fiquem ainda mais intensos.

Então amores, comemorem como quiserem e puderem, descubram a si mesmos, se soltem, usem brinquedinhos, alimentos afrodisíacos ou até assistindo filmes ~apropriados para a ocasião~!

Erotismo-Feliz-Dia-do-Orgasmo

Divirtam-se e até a próxima!

Deixe seu comentário